CELEBRAÇÃO DAS EXÉQUIAS DIRIGIDAS POR UM LEIGO

Depois do cântico de entrada, estando todos de pé, fazem o sinal da cruz, enquanto o dirigente leigo diz:

℣. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
℟. Amém.

℣. Bendito seja Deus, Pai de misericórdia e de toda a consolação, que nos consola em todas as tribulações.
℟. Amém.

Irmãos:
A morte do nosso querido irmão N. enche-nos de tristeza e recorda-nos como é frágil e breve a vida do homem. Mas neste momento de tribulação, conforta-nos a nossa fé. Cristo vive eternamente, e o seu amor é mais forte do que a morte. Por isso, não deve vacilar a nossa esperança. O Pai de misericórdia e Deus de toda a consolação vos conforte nesta tribulação.

Oremos.
Pela vossa infinita misericórdia, recebei, Senhor, a alma do vosso servo N. e purificai-a de todas as culpas cometidas durante a vida terrena, para que, livre dos vínculos da morte, mereça entrar na vida eterna.
Por Cristo, nosso Senhor.
℟. Amém.

LEITURA

Sab 3, 1-6.9 - Deus aceita os justos como sacrifício de holocausto

Leitura do Livro da Sabedoria
As almas dos justos estão na mão de Deus, e nenhum tormento os atingirá.
Aos olhos dos insensatos parecem ter morrido; a sua saída deste mundo foi considerada uma desgraça, e a sua partida do meio de nós um aniquilamento. Mas eles estão em paz.
Aos olhos dos homens eles sofreram um castigo, mas a sua esperança estava cheia de imortalidade. Depois de leve pena, terão grandes benefícios, porque Deus os pôs à prova e os achou dignos de Si. Experimentou-os como ouro no crisol e aceitou-os como sacrifício de holocausto.
Os que n’Ele confiam compreenderão a verdade, e os que Lhe são fiéis permanecerão com Ele no amor, pois a graça e a misericórdia são para os seus santos e a sua vinda será benéfica para os seus eleitos.
Palavra do Senhor.

SALMO

Salmo 26 (27), 1.4.7 e 8b e 9a. 13-14

O Senhor é a minha luz e a minha salvação.

O Senhor é minha luz e salvação:
a quem hei-de temer?
O Senhor é o protetor da minha vida:
de quem hei-de ter medo?

Uma coisa peço ao Senhor, por ela anseio:
habitar na casa do Senhor todos os dias da minha vida,
para gozar da suavidade do Senhor
e visitar o seu santuário.

Ouvi, Senhor, a voz da minha súplica,
tende compaixão de mim e atendei-me.
A vossa face, Senhor, eu procuro:
não escondais de mim o vosso rosto.

Espero vir a contemplar a bondade do Senhor
na terra dos vivos.
Confia no Senhor, sê forte.
Tem coragem e confia no Senhor.

EVANGELHO

Aclamação cf. Mt 11, 25
℣.  Bendito sejais, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque revelastes aos pequeninos os mistérios do reino.

Mt 11, 25-30 «Vinde a Mim...Eu vos aliviarei»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, Jesus exclamou:
«Eu Te bendigo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas verdades aos sábios e inteligentes e as revelaste aos pequeninos.
Sim, Pai, Eu Te bendigo, porque assim foi do teu agrado.
Tudo Me foi dado por meu Pai.
Ninguém conhece o Filho senão o Pai e ninguém conhece o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho O quiser revelar.
Vinde a Mim, todos os que andais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.
Tomai o meu jugo sobre vós e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave e a minha carga é leve».

℣. Palavra da Salvação.
℟. Glória a Vós, Senhor.

(Se conveniente, neste momento podem ser dirigidas algumas palavras aos presentes)

PROFISSÃO DE FÉ

Com a esperança posta na ressurreição e na vida eterna que em Cristo nos foi prometida, professemos agora a nossa fé:

Creio em Deus, Pai todo-poderoso,
Criador do céu e da terra.
E em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor:
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo
e nasceu da Virgem Maria,
padeceu sob Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto e sepultado,
desceu à mansão dos mortos,
ressuscitou ao terceiro dia,
subiu aos Céus
e está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso,
de onde há-de vir a julgar os vivos e os mortos.
Creio no Espírito Santo,
na santa Igreja Católica,
na comunhão dos Santos,
na remissão dos pecados,
na ressurreição da carne
e na vida eterna.

Amém.

ORAÇÃO DOS FIÉIS

℣. Irmãos: unidos na mesma fé, oremos ao Senhor pelo nosso irmão defunto, pela Igreja, pela paz do mundo e pela nossa salvação, dizendo com toda a confiança:
℟. Senhor, escutai a nossa prece.
℣. Pelos pastores da santa Igreja, para que sejam fiéis à graça que receberam e realizem o seu ministério em favor do povo de Deus, oremos, irmãos:
℟. Senhor, escutai a nossa prece.
℣. Pelos que governam a sociedade civil, para que promovam sempre o bem comum, a concórdia, a liberdade e a paz, oremos, irmãos:
℟. Senhor, escutai a nossa prece.
℣. Pelos que sofrem no corpo ou na alma, para que sintam sempre junto de si a presença invisível do Senhor, oremos, irmãos:
℟. Senhor, escutai a nossa prece.
℣. Pelo nosso irmão N., para que o Senhor o livre do poder das trevas e da morte eterna, oremos, irmãos:
℟. Senhor, escutai a nossa prece.
℣. Pelo nosso irmão N., para que o Senhor lhe mostre a sua misericórdia e o receba no reino da luz e da paz, oremos, irmãos:
℟. Senhor, escutai a nossa prece.
℣. Pelos nossos familiares e benfeitores defuntos, para que o Senhor os conduza à assembleia gloriosa dos Santos, oremos irmãos:
℟. Senhor, escutai a nossa prece.
℣. Por todos nós que participamos nesta celebração, para que a providência paterna de Deus nos assista e nos proteja pelos caminhos da vida, oremos, irmãos:
℟. Senhor, escutai a nossa prece.

PAI NOSSO

Obedientes à palavra do Salvador e formados por seu divino ensinamento, ousamos dizer:

Pai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do Mal. Amém.

ORAÇÃO FINAL

Oremos.
Senhor nosso Deus, Criador e Redentor de todos os fiéis, concedei às almas dos vossos servos e servas o perdão dos seus pecados, de modo que, pelas nossas humildes súplicas, alcancem a indulgência que sempre desejaram.
Por Cristo, nosso Senhor.
℟. Amém.